COM AS EXPERIÊNCIAS PRETENDE-SE FORTALECER O ACÚMULO SÓCIO E ORGANIZATIVO JÁ EXISTENTE NAS COMUNIDADES

As experiências pretendem fortalecer o acúmulo sócio e organizativo já existente nas comunidades, no sentido de instrumentalizar e potencializar o desenvolvimento já em curso, integrado e gerando possibilidades de sustentabilidade a partir dos potenciais existentes e das mudanças de hábitos comportamentais e culturais nas famílias.

Como conseqüência da implantação destas experiências, as famílias produzirão polpa das principais variedades frutíferas existentes na região (caju, umbu, graviola, pinha, acerola, goiaba, cajá, etc), as quais deverão abastecer o cardápio familiar e comunitário, portanto, promovendo melhoria na qualidade de vida, através da segurança alimentar e nutricional, bem como por meio da geração de renda através da comercialização, no mercado local e regional.

As comunidades já estão em processo de planejamento para a inauguração que, acontecerá no próximo dia 16 de junho (dia mundial de combate a desertificação).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.