CEPFS RECEBE VISITA DE AGRICULTORES E TÉCNICO DO MUNICÍPIO DE GRANITO E ARARIPINA DO SERTÃO PERNAMBUCANO

O Centro de Educação Popular e Formação Social – CEPFS recebeu, no período de 17 a 19 de março/2009 a visita de uma delegação composta por 14 agricultores, dentre os quais, uma agricultora e também vereadora do município de Granito- PE. Além dos agricultores veio acompanhando a delegação uma técnica (Biológa/ Engenheira Agrônoma), da ONG Chapada – Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor do Araripe, organização promotora da visita. A referida visita teve como objetivo o intercâmbio de experiências, numa perspectiva de reaplicação em escala interestadual. Os agricultores(as) do município de Granito do Sertão de Pernambuco estão sendo beneficiados pelo P1+2 – programa uma terra e duas águas gerenciado em nível nacional pela ASA Brasil e na região do Araripe pela ONG Chapada que é unidade Gestora Territorial do mencionado programa.

Os agricultores(as) tiveram a oportunidade de conhecer experiências relacionadas com práticas agroecologicas bem como no campo da captação e manejo de água de chuva. No município de Teixeira foram visitadas as comunidades de Riacho Verde, (propriedades dos senhores Solon Arruda e Assis Martins) e Fava de Cheiro (propriedade do casal Marcos e Maria) No Município de Maturéia foram visitadas as comunidades Monte Belo (propriedade do casal Lêla e Eduardo) e a área experimental do CEPFS na comunidade Riacho das Moças. Todos ficaram maravilhados com as experiências visitadas e motivados a socializarem em suas comunidades as tecnologias visitadas bem como as experiências organizativas. É importante destacar que os agricultores(as) visitantes destacaram o processo organizativo das comunidades visitadas como experiência de grande relevância para eles. Por ocasião da visita a área experimental, agricultores e técnicos que estavam visitando as tecnologias sociais sustentáveis lá existentes, também, participaram de uma matéria que a TV Paraíba estava fazendo para o Programa Paraíba Comunidade, exibido no domingo 22/março/2009, dia mundial da água.

A equipe do CEPFS ficou lisonjeada de ter acompanhado a visita, compartilhando o que vem sendo construído em parceria com as comunidades rurais, possibilitando, assim espaços de diálogo entre os agricultores e agricultoras, assim como entre os técnicos numa perspectiva inovadora.

A visita de intercâmbio é, sem sombra de dúvida, uma grande ferramenta de formação, onde as experiências desenvolvidas pelos agricultores e agricultoras, assim como pelas organizações se constituem conteúdo e subsidio para gerar o debate, qualificar as experiências, promover a auto-estima e empoderar famílias e comunidades. Ao mesmo tempo novos aprendizados são gerados com vistas a futuras inovações. É também a partir das visitas de intercâmbio que as tecnologias sociais de convivência com a realidade semiárida são difundidas em escala, comunitária, municipal, estadual, interestadual, etc.

No final da visita foi entregue um texto sobre Fundos Rotativos Solidários (manual de boas práticas de organização e gestão) à técnica da ONG Chapada, assim como 02 DVD,s sobre a experiência com o objetivo de permitir a continuidade do debate sobre as experiências visitadas por parte dos agricultores quando de volta as suas comunidade de origem.

Deixe uma resposta