CEPFS participa do Workshop Criação de uma plataforma tecnológica para o desenvolvimento econômico sustentável do semi-árido Brasileiro: barreiras, soluções e oportunidades, promovido pelo Centro Clima da Universidade Federal do Rio de Janeiro e SouthSouthNorth (Sulsulnorte) .

O Centro de Educação Popular e Formação Social – CEPFS, através de um membro da sua equipe executiva participou, no período de 25 a 26 de novembro, na cidade de Salvador-BA, do Workshop Criação de uma plataforma tecnológica para o desenvolvimento econômico sustentável do semi-árido Brasileiro: barreiras, soluções e oportunidades. O evento teve como objetivo identificar barreiras e possíveis soluções para o desenvolvimento de uma plataforma tecnológica, incluindo estratégia de capacitação técnica adequada para a realidade do semi-árido nordestino.

O Workshop reuniu organizações, que tem experiência consolidada, no desenvolvimento de projetos de captação de água e agricultura no semi-árido nordestino. No primeiro dia do evento, as organizações tiveram a oportunidade de apresentar sua experiência, sendo que o tema principal, de cada apresentação, teria que estar relacionado com o propósito do Workshop. Ainda no primeiro dia, os participantes foram divididos em grupos, para que a partir das experiências apresentadas, pudessem refletir e elaborar possíveis propostas sobre os seguintes temas, pré-estabelecidos: Capacitação e suporte técnico; Ajuste tecnológicos e Manejo dos recursos naturais (sementes – fertilizantes – poliprodução).

O segundo dia foi destinado para o lançamento do projeto Identificação e Multiplicação de Melhores Práticas de Adaptação as Mudança Climática no Brasil. Na parte inicial(manhã) foram feitas algumas apresentações sobre as perspectivas de adaptação e mitigação à mudança do clima e qual o papel das agencias de cooperação e da sociedade civil em projetos de adaptação e mitigação às mudanças climáticas no semi-árido brasileiro. Ainda na parte da manhã, foi apresentado o projeto Identificação e Multiplicação de Melhores Práticas de Adaptação as Mudança Climática no Brasil: objetivos, atividades, impactos e resultado esperado. Finalizando a parte matinal, foi apresentado o Projeto: Pintadas Solar: suas questões chaves, as lições aprendidas e os desafios existentes.

Como última atividade do Workshop, houve a premiação do projeto Pintadas Solar como um dos cinco vencedores do Prêmio SEED 2008. O referido projeto é desenvolvido no semi-árido baiano e consiste na implementação de sistemas de irrigação que permitem o uso eficiente de água e energia para expansão da agricultura de pequena escala, como fonte de geração de renda e segurança alimentar para a população local. O Prêmio SEED tem como objetivo identificar, promover e dá suporte a projetos inovadores que sejam desenvolvidos em parceria e tenham por objetivo melhorar a qualidade de vida, reduzir a pobreza e promover o manejo sustentável dos recursos naturais locais.

A avaliação que se faz é que a referida atividade foi uma oportunidade para compartilharmos abordagens inovadoras e empreendedoras para o desenvolvimento sustentável, criando ferramentas para uma ampla comunidade de empreendedores na área do meio ambiente além de suscitar subsídios para o planejamento de políticas públicas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.